Santa Terezinha, São Mamede e São José do Bonfim voltam à bandeira vermelha da Covid-19

Os municípios que ficam na região metropolitana de Patos, Santa Terezinha-PB, São Mamede e São José do Bonfimvoltaram à bandeira vermelha da Covid. De acordo com a 25ª avaliação do Plano Novo Normal na Paraíba, em relação à Covid-19.

A informação foi divulgada na noite deste sábado(15), pela Secretária de Saúde do Estado da Paraíba. Diferente da 24ª avaliação que não tinha nenhum município do estado na bandeira vermelha, contudo, na 25ª avaliação surgiram 10 municípios. São eles: Cacimba de Areia, Poço Dantas, Santa Inês, Santa Terezinha, São José do Bonfim, São José dos Cordeiros, São Mamede, Teixeira, Uiraúna e Vista Serrana.

O secretário de Saúde da Paraíba, Dr.Geraldo Medeiros, demonstrou sua preocupação com esse atual momento de pandemia da covid-19. E, lembra a todos que ninguém pode relaxar com cuidados com esse inimigo invisível.

A Secretaria de Estado da Saúde publicou, neste sábado (15), mais uma avaliação do Plano Novo Normal que passa a vigorar nos 223 municípios a partir da segunda-feira (17). Na 25ª avaliação, 100% dos municípios paraibanos encontram-se em bandeira vermelha, bandeira laranja e bandeira amarela, com expressivo crescimento de municípios em bandeira laranja e o ressurgimento de municípios em bandeira vermelha.

A análise da 25ª avaliação marca uma importante transição de bandeiras delimitada, em especial, pela nova tendência de crescimento da média móvel da taxa de transmissibilidade (R efetivo) do novo coronavírus e das taxas de ocupação hospitalar dos leitos de terapia intensiva de adultos com especial destaque para a 2ª (complexo agreste-Borborema) e 3ª (sertão e alto sertão) macrorregiões de saúde do estado.

O contexto apresentado é bastante preocupante, posto que a elevada circulação das variantes P1 e P2 na Paraíba, que por sua vez caracterizam-se por encurtar o intervalo de tempo entre o início da infecção e seus agravamentos, permite agregar relevância estratégica ao número médio de novas internações ao dia e seu reflexo nas ocupações de leitos nos centros de referência para Covid-19 em todo estado.

Redação com Secom