Prefeitura de Ingá distribui 2,7 toneladas de alimentos na véspera de São João

A Prefeitura Municipal de Ingá, por meio de uma ação conjunta entre as Secretarias de Agricultura e Assistência Social, fez mais uma rodada de distribuição gratuita de alimentos frutos da colheita dos agricultores ingaenses cadastrados no PAA (Programa de Aquisição de Alimentos).

A distribuição foi realizada nesta quarta-feira (23), véspera de São João, que garantiu o milho da pamonha e canjica de cerca de 500 famílias pertencentes ao cadastro único do município.

Além dos 1.955 kg de milho verde, foram distribuídos 32 kg de feijão verde, 5 kg de maxixe, 483 kg de macaxeira, 288 kg de pinha e 10 kg de limão taiti, o que totalizou 2.733 kg de alimentos.

O prefeito Robério Burity tem constantemente incentivado os agricultores em diversos programas ligados ao setor, em especial ao PAA que garante a compra da safra dos agricultores do município, ao tempo em que distribui os alimentos às famílias que realmente precisam, somando-se com a entrega do fubá e leite do programa municipal Cuscuz com Leite, que busca complementar a segurança alimentar das famílias carentes do município.

A nova sede da Secretaria de Agricultura, da Pesca, Meio Ambiente e Agricultura Familiar permite um armazenamento correto, pesagem adequada, acondicionamento e tranquilidade na distribuição sem aglomeração.

Os produtos adquiridos aos agricultores ingaesnes são transportados no veículo novo do PAA, caminhão baú,  trazidos para as novas instalações que contam com balanças, freezer, geladeira e caixotes para armazenamento. O programa é de funcionamento permanente e a medida que vão chegando os produtos alimentícios, vão sendo preparados para nova distribuição. O Ingá também centraliza o armazenamento e distribuição para os municípios da região.

A parceria do município de Ingá com a Secretaria Executiva da Economia Solidária do Governo do Estado da Paraíba, através da Secretária Roseane Meira vem proporcionando melhorias às famílias que vivem em vulnerabilidade social, além de fortalecer o pequeno agricultor a vender seus produtos pelo valor justo eliminando a figura dos atravessadores que exploravam os pequenos produtores.

As chuvas caídas nos últimos dias traz esperança de uma nova safra ainda melhor de culturas tradicionais como feijão, fava e milho, além do retorno do plantio do algodão orgânico que recebe incentivo da gestão municipal e subsídios de parceria com empresa privada exportadora do algodão.  A expectativa é de sucesso na colheita.

Inga Cidadão