Prefeito de Ingá oficializa a criação de três cooperativas profissionais para aquecer o mercado de trabalho e reduzir os impactos da pandemia

O prefeito de Ingá, Robério Burity, oficializou a criação de três cooperativas profissionais no município.

As cooperativas de costureiras, de catadores de material reciclável e a de pedreiros e eletricistas prediais já estão aptas a iniciarem suas atividades e oferecerem oportunidades de inserção no mercado de trabalho a todos os cooperados.

Falando à reportagem do Blog do Edil Francis, Robério externou sua alegria pelo feito e disse que foi um desafio, já que no início as pessoas se mostravam desmotivadas e não acreditavam no projeto.

Ele pontuou que na condição de gestor público, diante do cenário resultante da pandemia da covid-19, tinha que fazer algo para aplacar os efeitos da retração das atividades econômicas.

“Com a pandemia, vimos o comércio demitindo as pessoas e as fábricas se fechando. Então tínhamos que dar oportunidade às pessoas que têm vontade de trabalhar e não tinham oportunidade”, resume o prefeito.

Já a secretária de Educação do município, Walbênia Andrade, destacou a dedicação do prefeito Robério por esse objetivo e se afirmou também realizada por sua contribuição no projeto.

Ela disse que a sua pasta esteve, ao lado do Senai e do Instituto Alpargatas, à frente de todo o trabalho de formação das cooperativas e de capacitação dos trabalhadores, e que vencida essa fase, estará dando apoio e suporte.

“A palavra é ‘gratidão’. Me sinto muito grata por estar contribuindo com novos profissionais, com essas três cooperativas, que eu tenho certeza que serão o futuro de nossa cidade”, disse.

Ainda de acordo com o prefeito Robério Burity, o local onde já se instalam as cooperativas será o Centro de Cooperativas, e que possivelmente outras venham a ser criadas.