Polícia Civil procura travesti acusada de matar a facadas motorista de aplicativo em Campina Grande

A vítima foi atingida com três golpes de faca, duas no pescoço e uma nas costas.

A Polícia Civil procura uma travesti acusada de matar a facadas o motorista de aplicativo Ewerton Albuquerque Cruz Medeiros, de 25 anos, em Campina Grande. O crime aconteceu no último dia 31 de dezembro. 

A vítima foi atingida com três golpes de faca, duas no pescoço e uma nas costas enquanto realizava uma corrida. O motorista chegou a ser socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande, porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

A delegada Elizabeth Beckamn informou ao ClickPB, que a Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio, roubo seguido de morte. A travesti já foi identificada e segue sendo procurada. 

Fonte: ClickPB