Paim apela a Bolsonaro que sancione projetos de ajuda a trabalhadores na crise

O senador Paulo Paim (PT-RS) fez um apelo ao governo federal, nesta quinta-feira (7), para que o presidente Jair Bolsonaro sancione o PL 873/2020, que amplia os potenciais beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 mensais, e o PL 1.282/2020, que amplia a concessão de créditos para pequenas e microempresas. Os projetos foram aprovados pelo congresso, para ajudar trabalhadores a enfrentar a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Paim citou pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que aponta que 90% dos pequenos negócios tiveram perda média de 75% em seu faturamento. A pesquisa também mostrou que 600 mil microempresários fecharam as portas durante a pandemia e que 30% dos empresários buscam empréstimos para manter seus negócios. Porém, segundo Paim, as empresas têm encontrado burocracia e taxas de juros abusivas ao tentar obter crédito. O senador ressaltou que as microempresas e empresas de pequeno porte representam 60% dos empregos no Brasil.

— Especialista falam que chegaremos a milhões de desempregados. O importante nesse momento é salvar vidas, garantir emprego, garantindo renda e condições para os nossos empresários manterem seus negócios. Porque ali está o emprego. Essas relações têm que ser solidárias e equilibradas. Pelo amor de Deus, sancione esse projeto. O Congresso já fez a sua parte. Por favor, governo, faça também a sua. O povo está esperando. As pessoas estão sofrendo muito. Passando fome, sem emprego e sem renda— lamentou.

Fonte: Agência Senado