Mesmo em queda livre, Bolsonaro se vê reeleito e diz que só deixará o poder em 2027

Questionado por um cidadão neste domingo, Jair Bolsonaro afirmou que só deixará o poder em janeiro de 2027, ou seja, depois de completar um segundo mandato. “Vou sair em 1º de janeiro de 2027”, afirmou a uma pessoa que o questionou hoje no Palácio da Alvorada.

Bolsonaro anunciou ainda que nesta segunda-feira (11) irá decretar mais atividades como serviços essenciais, que podem continuar em funcionamento durante a pandemia do novo coronavírus, segundo reportagem do Uol.

“Amanhã [segunda] devo botar mais algumas profissões como essenciais. […] Já que eles [governadores] não querem abrir, a gente vai abrindo aí”, afirmou.