Maior parte dos casos de síndromes gripais na Paraíba é leve, mas previsão é que se espalhe por toda Paraíba, diz secretário

De acordo com o secretário, trata-se de uma gripe comum que tem algum surto e que já adquiriu um caráter epidêmico.

A maior parte dos casos de síndromes gripais na Paraíba é considerado leve, segundo informou ao ClickPB o secretário de Estado da Saúde (SES-PB), Geraldo Medeiros. No entanto, comentou que a doença já adquiriu caráter epidêmico e a tendência é que se espalhe por todos os municípios paraibanos. Porém, garantiu que a rede está preparada para atender a população. Na Paraíba se confirmou casos da variante Influenza A H3N2.

Por se tratar de casos leves, sintomas de gripe comum, o secretário comentou que não é necessário a população se dirigir às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ou emergências dos hospitais. “A não ser que essas pessoas tenham fator de risco associado ou desconforto respiratório”, disse, destacando que nessa situação se requer atendimento.

“A espertise e a logística do Estado está bem montada desde que já existe uma toda uma logística que foi montada para atender os pacientes de Covid-19. O Estado está pronto para enfrentar essa epidemia que é diferente da Covid-19. A maioria dos pessoas evoluem para gripe comum, casos leves”, destacou ao ClickPB.

Ainda de acordo com Geraldo Medeiros, essa “é uma gripe comum que tem algum surto e que já adquiriu um caráter epidêmico”. Esta semana, a SES-PB deve disponibilizar um aplicativo para atendimento via telemedicina para a população sobre síndromes gripais. O secretário comentou ainda a importância de se manter os mesmos cuidados preventivos da Covid-19: uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.

Fonte: ClickPB