João Azevêdo autoriza implantação de usinas solares em Santa Luzia; empreendimento deve gerar 1.500 empregos

O Complexo Solar Santa Luzia será constituído por 28 usinas solares fotovoltaicas de 58MWp, totalizando 1,625GW de capacidade, em uma área de 1,7 mil hectares nas cidades de Santa Luzia e São Mamede.

O governador João Azevêdo (Cidadania) participar nesta quinta-feira (7) da solenidade de assinatura de outorgas de autorização para implantação de usinas solares fotovoltaicas na cidade de Santa Luzia, Sertão da Paraíba, a partir das 17h. Conforme foi adiantado pelo ClickPB, o Grupo Rio Alto vai operacionalizar o Complexo Solar Santa Luzia com o objetivo de transformar a área em um dos maiores parques eólicos do Brasil, gerando 1.500 empregos diretos e indiretos.

“Vamos assinar mais de 12 parques fotovoltaicas para aquela região. Nós estamos construindo uma grande linha de transmissão, que sai de Milagres, no Ceará, corta a Paraíba toda e passa em Santa Luzia, onde será um grande hub de distribuição por conta dos grandes parques eólicos e solares. Essa linha de transmissão vai até Campina Grande, João Pessoa e Recife. Ou seja, qualquer energia gerada no Brasil é injetada no sistema nacional”, disse.

De acordo com o governador, o empreendimento vai movimentar R$ 2 bilhões, além de gerar 1,6 gigawatt (GW), com capacidade de suprir mais de 1,6 milhão de residências. A iniciativa busca solucionar questões econômicas e ambientais ao inverter a produção da matriz energética.

“O que mais importa é que a Paraíba vem avançando na produção de energias limpas. Daqui a dois anos, nós vamos estar produzindo praticamente 90% da nossa demanda. Então, vamos ficar autossuficientes em energia brevemente com os novos parques que estamos implantando. Nós queremos inverter a produção da matriz energética que, hoje, utiliza água. Nós queremos produzir com sol e vento, preservando a água para a segurança hídrica das pessoas, dos animais e da produção”, afirmou João Azevêdo.

O Complexo Solar Santa Luzia será constituído por 28 usinas solares fotovoltaicas de 58MWp, totalizando 1,625GW de capacidade, em uma área de 1,7 mil hectares nas cidades de Santa Luzia e São Mamede. De acordo com o Grupo Rio Alto, serão instaladas 1,3 milhão de placas solares, 10,8 mil trackers e 3,7mil string inverts. A previsão é de que as obras dos parques sejam entregues em janeiro de 2023.

Fonte: ClickPB