Ingá terra das Itaquatiaras desenvolve projeto de Algodão Orgânico na Paraíba

Parceria público privada resgata plantio do algodão após 37 anos, o prefeito Robério Burity de forma ousada incentiva o plantio do algodão orgânico no município. Nesta segunda –feira (13), a zona rural na região de Mata Nego recebeu em ato solene investidores do mercado Têxtil, quem primeiro fez uso da palavra empresaria Francisca Vieira da Natural Cotton Color, agradecendo ao prefeito Robério por ter acreditado no projeto da empresa, o algodão Paraíba. “Tudo começou com Armando da rede Santa Luzia aqui da Paraíba há dez anos atrás eu e ele retomamos um algodão que praticamente tinha desaparecido.”

Hoje nossa parceria se expandiu e ganhou asas, Francisca representa a unitêxtil, a ecosimple parceiros importantes da natural cotton color, agora a parceria se expandiu com Armando, Thiago , André e seu José da Dalila Têxtil em Santa Catarina. A Dalila Têxtil produz em torno de quinhentas toneladas por mês beneficia o algodão e transforma em tecido. O País é um grande produtor de algodão, a última safra produziu 3 milhões de toneladas, no entanto o algodão orgânico é um produto praticamente inexistente no Brasil, mas tem um valor comercial bastante representativo. A Dalila já tem 30 anos e há 15 anos busca e comercializa algodão orgânico. A matéria-prima orgânica, costuma ser mais difícil de encontrar em nosso país.

Agora aqui na Paraíba tem a possibilidade de potencializar o algodão orgânico, é importante acreditar no projeto, é importante acreditar na região do Ingá, é importante acreditar nas políticas públicas. O sonho do prefeito Robério que torna-se realidade com muita determinação para melhorar a vida do homem do campo. Sem ele a cidade não toma café, falta almoço e o jantar. A prefeitura com essa parceria público privada(PPP),  cria através dessas empresas todos os acessos para vender o produto orgânico produzido no Ingá, para as melhores marcas do Brasil e exportação, tanto a Cataguases e Dalila são exportadores do produto, o algodão de Ingá,  da região e o orgânico vai para outros lugares do mundo essa é a intenção.

O prefeito Robério visivelmente emocionado com o calor humano, embarga a voz no inicio de sua fala.” O município é muito grato ao governo do estado, todos os órgãos ligados agricultura estão aqui presentes com seus representantes. Amigos prefeitos acreditem e dê apoio ao agricultor eles estão cansados de promessas de políticos que só aparecem em época de eleição, nós estamos na gestão. E temos obrigação de atrair o produtor rural, este dia de campo pra Honra e Glória do Senhor mostra que mesmo com escassez de água a cultura do algodão prosperou, é uma grande alternativa econômica para o nosso agricultor¨.

O evento foi voltado para agricultores, técnicos e empresários do ramo de têxtil abordando diversas etapas do cultivo da fibra.

Foram realizadas oficinas sobre a importância econômica do algodão, ecofisiologia da planta, plantio e manejo cultural, pragas e doenças, aplicação de defensivos naturais, colheita e armazenamento e a experiência e perspectiva do retorno do plantio do algodão, dessa vez sendo totalmente orgânico.

Estiveram presentes o deputado estadual João Gonçalves, prefeitos do Riachão Ary, Serra Redonda Chicão, representando o Senador Veneziano o secretário executivo da SEDAM, joseildo Alves( Galego do Leite), Eduardo representando a senadora Daniela e o deputado federal Agnaldo Ribeiro, representando Mogeiro e Salgado de São Felix os secretários de agricultura, Zé Capela e Antônio Vicente, secretário de agricultura familiar Jonildo Cavalcante, representante do (Procase), Aristeu Chaves,( EMPAER), Jeferson Morais,( EMBRAPA), Alderi, presidente da central de associações Antônio Barbosa, presidente do sindicato do produtor rural Jailton Nascimento, presidente do sindicato agricultura familiar Severino Vicente , base governamental da câmara municipal do Ingá,(Unicafes), Jaciel Franklin.