Hospital de Clínicas é destaque em congresso nacional com três trabalhos científicos

O Hospital de Clínicas de Campina Grande esteve representado no I Congresso de Gestão da Qualidade e Segurança do Paciente, promovido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), com três trabalhos científicos.

Foram aprovados os projetos: Guardião do Corpo: estratégias dos cuidados durante o luto na pandemia, Guardião do Corpo: reconhecimento seguro do paciente Covid-19 após a morte, e o Relato de Experiência do Núcleo de Vigilância Epidemiológica na Segurança do Paciente.

Esses são só alguns dos trabalhos de humanização desenvolvidos na unidade que fazem diferença no tratamento e recuperação dos pacientes vítimas da Covid-19, assim como na relação com os familiares.

Segundo a ANVISA, um serviço de saúde só pode ser de qualidade se os riscos de dano ao paciente forem reduzidos e controlados. E juntamente a essas ações, destacamos a qualidade dos profissionais e equipamentos modernos usados no hospital, que o colocam na condição de excelência no tratamento da Covid-19 na Paraíba.

O Congresso, de nível nacional, ocorreu de forma remota na última semana. As apresentações foram feitas por Akson Leite, coordenador de enfermagem e membro do Núcleo de Vigilância Epidemiológica do Hospital de Clínicas, e Talita Falcão, Coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente.

“Foi extremamente importante nossa participação no evento porque levamos para os outros profissionais a experiência que temos em vários setores do HC e como fazemos para melhorar a qualidade da assistência ao paciente”, esclareceu Akson Leite.

A direção do hospital recebeu a notícia com grata satisfação. “ Nós sempre incentivamos e apoiamos os funcionários a estar realizando esse tipo de trabalho. Hoje, além de ser referência para o tratamento da Covid-19, o Hospital de Clínicas é também um campo de estudo importante, uma vez que muita coisa pode ser descoberta através do estudo dos dados obtidos. Assim podemos prestar a melhor assistência ao paciente, baseado na ciência, no cuidado e na humanização”, enfatizou Rafaela Carvalho, diretora assistencial.

O Hospital de Clínicas é referência no tratamento da Covid-19 em Campina Grande e região e já registrou mais de 800 altas médicas de pacientes internados desde o início de seu funcionamento, em julho de 2020.

Redação com om Assessoria