Gás de cozinha deve aumentar mais duas vezes até setembro e sindicato teme fechamento de revendedoras na Paraíba

Só neste ano, o preço do gás sofreu sete reajustes.

Em entrevista ao ClickPB, o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás GLP da Paraíba (Sinregás), Marcos Antônio Bezerra, afirmou nesta quinta-feira (12) que até 5 de setembro é esperado dois aumentos no preço do gás de cozinha no estado, que já chega a ser vendido por R$ 100.

De acordo com Marcos, o primeiro reajuste ainda será aplicado neste mês de agosto pela Petrobrás e o segundo será devido ao dissídio coletivo, quando anualmente ocorre o aumento dos funcionários, que é repassado em cima do preço do botijão.

Só neste ano, foram sete reajustes anunciados em cima do preço do gás de cozinha e o cenário é visto com apreensão pelo sindicalista, que prevê o fechamento de revendedores de gás na Paraíba. 

“Estamos com muita preocupação. Se já está ruim e não está vendendo nada com o preço que está, imagine com um aumento. O poder aquisitivo das pessoas está zerado e o que hoje a gente vê é que 40% das vendas caíram desde o ano passado”, disse.

Fonte: ClickPB