Diretor do Hospital de Clínicas de Campina Grande comenta números do programa Opera Paraíba e pede que se mantenham os cuidados com a pandemia

O diretor geral do Hospital de Clínicas de Campina Grande, médico Johnny Bezerra, fez um balanço das atividades do programa Opera Paraíba na unidade hospitalar.

Falando ao Blog do Edil Francis, ele disse que nos últimos meses o hospital vem fazendo de 30 a 35 cirurgias diariamente, o que faz com que a unidade contribua de forma destacada nos números gerais do Opera Paraíba.

De acordo com o Dr. Johnny, ainda no mês de novembro o programa bateu a meta das 12 mil cirurgias previstas para o ano de 2021 em todo o estado, mesmo tendo iniciado no mês de agosto, por causa da interrupção imposta pela pandemia do coronavírus.

Foram 5 mil cirurgias oftalmológicas e 7 mil procedimentos gerais, entre cirurgias de hérnia, de vesícula, ovários e mioma. Pequenas intervenções, como retirada de sinais e cisto sebáceo, além de cirurgias infantis como fimose e de amígdalas também foram realizadas.

O médico destaca também mais de 200 vasectomias realizadas durante o mês de novembro, dentro da campanha Novembro Azul, dedicada à saúde dos homens. Neste mês de dezembro realiza-se mais um mutirão da catarata, do qual se espera bater a meta de 400 cirurgias, de acordo com o Dr. Johnny.

No ano de 2022, o Opera Paraíba pretende realizar 20 mil cirurgias em todo estado, zerando a fila de espera, segundo Johnny Bezerra. Ele chama a atenção das pessoas que necessitam de cirurgias eletivas para procurarem encaminhamento junto às UBS’s (Unidades Básicas de Saúde) e secretarias de saúde dos seus municípios.

Já para pessoas residentes em Campina Grande, ele informa que podem procurar diretamente o Hospital de Clínicas, localizado no bairro da Prata (antiga Casa de Saúde Francisco Brasileiro), ou ligar para o número 3322 3677. Quem desejar, pode também entrar em contato com o hospital pelo Whatsapp no número 9 91030245.

Falando sobre a covid-19, o Dr. Johnny informou que a unidade tem apenas dois pacientes em UTI e 4 em enfermaria.

“Chegamos a ter os 70 leitos de UTI ocupados”, lembra.

Ele disse que apesar de os números atuais mostrarem conforto em relação ao controle da pandemia, “o momento ainda não é de aglomerações”.

O médico observou que a vacinação é a responsável pela queda vertiginosa no número de infectados e mortos, e apelou para que todos se vacinem.

Além de diretor do Hospital de Clínicas de Campina Grande, Dr. Johnny Bezerra, que é cirurgião digestivo, está à frente – ao lado de outros colegas médicos – do centro médico Integra Cirurgia, localizado no edifício Mundo Plaza, às margens do Açude Velho, no 3º andar.

Além do Dr. Johnny, lá também estão especialistas em cirurgia bariátrica (Dr. Gilbran Guimarães), laparoscopia (Dr. Sebastião), psiquiatria (Dr. Napoleão), radiologia e ultrassom (Drª. Andréia), além de psicólogos e nutricionistas.

Redação com Blog Edil Francis