Bolsonaro oficializa filiação ao PL nesta terça-feira

O partido anunciou a nova data após encontro entre Bolsonaro e o presidente do partido, Valdemar Costa Neto, na última terça-feira, 23.

O presidente Jair Bolsonaro oficializa a filiação ao PL nesta terça-feira, 30, em cerimônia em Brasília. O partido anunciou a nova data após encontro entre Bolsonaro e o presidente do partido, Valdemar Costa Neto, na última terça-feira, 23. 

A filiação chegou a ser marcada para o último dia 22, mas foi adiada por desentendimentos em relação à composição de palanques estaduais nas eleições de 2022. Bolsonaro deixou claro que não aceitaria que o partido apoiasse a candidatura do atual vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), ao governo do estado. 

Costa Neto se mobilizou para chegar a um acordo com diretórios para viabilizar a filiação do presidente. Ficou decidido que ele teria “carta branca” para negociar os termos da filiação. Em São Paulo, é provável que o partido apoie a candidatura do atual ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, como quer Bolsonaro.

Desde novembro de 2019, quando deixou o PSL, Bolsonaro está sem partido. O presidente conversou com várias legendas antes de fechar com o PL e tentou criar uma sigla própria, Aliança pelo Brasil, mas não conseguiu reunir as assinaturas necessárias. 

No último dia 23, o presidente afirmou que o acordo com o PL pela filiação estava “quase fechado” e lembrou que estava “atrasado” para se filiar a um partido. Para concorrer às eleições de 2022, é preciso estar filiado até março do ano que vem. 

Fonte: Exame